quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Vermelho


De regresso ao meu RG, de encarnado em riste como manda o desafio que me lançaram primeiro o Maldonado, depois o Pinguim: enumerar dez pessoas e/ou situações que merecem cartão vermelho.
Excluo a possibilidade de nomear pessoas porque acredito veementemente que o que está sempre em causa são as ideias e os actos (ou a falta deles).

Ora aqui estão dez que me repugnam até ao tutano:

1. A ignorância, que tolhe a liberdade de qualquer um. Cartão vermelho à acomodação de quem se quer manter ignorante, ignorando o seu estado de ignorância. Cartão vermelho à exploração da ignorância alheia para proveito próprio.

2. O egoísmo que, de mãos dadas com a ignorância, está na origem das maiores atrocidades de que temos memória.

3. O preconceito, que gera a perseguição, a ostracização, a marginalização, a separação e todas as palavras feias terminadas em -ão.

4. A intolerância infundamentada, que invalida a unidade, a igualdade e a fraternidade.

6. A indiferença, que cria ilhas sem oxigenação e lugares putrefácteos.

7. O conformismo, a amnésia, a inércia que têm vindo a tomar conta de grande parte da humanidade lassa e passiva que facilmente deixa de pugnar por ideais que podem mover montanhas.

8. A tourada e todas as tradições que vivem da exploração do sofrimento alheio.

9. A escravidão que a moda pode causar. Depilação púbica aqui incluída.

10. O culto das relações-relâmpago que tem vindo a ridicularizar a expressão do amor e da paixão arrebatadora.


Passo o desafio a dez blogues, com uma mutação à la Denise: porque há que não esquecer o que de bom há por aí, acrescentar 10 pessoas ou situações que merecem luz verde sem margem para dúvidas (os que já fizeram a primeira parte só terão de aditar a segunda)